Alison Ramos

 


>>   PERFIL

Alison Ramos, 19 anos, canceriano, sonhador, cheio de planos... Tem uma personalidade forte, é taxado como chato por uns, sistemático por outros, mas nem por isso deixa de falar o que pensa! Se apega facilmente as pessoas, defende quem ama, e respeita a todos, não costuma dar satisfações do que faz! Às vezes costuma ser um pouco rude, mas quem o conhece aprende a conviver com seu jeito de ser! Amizades para ele são de extrema importância, pois valoriza os bons sentimentos, e procura dar sempre o melhor de si em tudo o que faz, seja em prol dos outros, ou de si mesmo!
 



>>   MÚSICA




>>   LINKS


>>   ARQUIVOS


Domingo , 28 de Fevereiro de 2010

Novo endereço!

O blog mudou de endereço, você será redirecionado para a nova página!



Publicado por Alison às 11:51 PM

Quinta-feira , 18 de Fevereiro de 2010

Nasça, cresça, PRODUZA, dê lucro, e MORRA!

Adoro começar posts com títulos que sejam impactantes!
Ontem e hoje foi uma correria total, tive que resolver algumas coisas pendentes, e aproveitei para procurar trabalho, porém já tinha uma entrevista agendada pra ontem, que acabou sendo hoje!
Acho que já começa a surgir uma explicação para este título né?
Entrevistas na maior parte das vezes costumam ser interessantes, você é avaliado de todas as maneiras, comparado a várias outras pessoas que estão na mesma situação que você, porém é preciso que se tenha um diferencial que mostre ao entrevistador que você é mais capaz que os outros que passaram pela mesma seleção. Em um post anterior comentei sobre essa tal competitividade relacionada aos processos de seleção para as universidades, logo estou escrevendo novamente, porém direcionando o assunto sob um novo foco, e para isso vou relatar minha experiência...
Fui chamado para uma seleção de pessoas que seriam escolhidas para trabalhar em uma empresa da cidade, ótimo, salário bom, plano de saúde, em fim... O que se chama de grande oportunidade!
Após ser chamado fui fazer a entrevista, um tanto diferente de todas que tinha feito anteriormente, chego no local e encontro várias pessoas concorrendo ao cargo, em uma sala o responsável pela seleção diz: “Vocês terão boas chances de crescer dentro da empresa, desde que se esforcem pra isso, e dêem o melhor de si...”.
Até ai tudo bem, tudo nessa vida depende de muito esforço de nossa parte, e realmente temos que dar o melhor de nós, não só no trabalho, mas na vida de um modo geral.
Depois de tanto falar, falar, e falar, ele colocou no quadro o salário temporário e efetivo, senti um certo fervor de todos ali presentes, depois foi falando das horas extras, ou seja, salário + horas extras = aumento de salário, ótimo, dinheiro nunca é de mais né?
Depois foi aplicado um teste, e neste teste foram dispensadas algumas pessoas, que já estariam fora do processo de seleção e eu ali pensando “Meu Deus, dessa eu não passo!”. Uma seqüência de testes foram feitos até que de 15 pessoas, restassem apenas 3! Eu estava entre esses 3, mas uma série de pensamentos começaram a passar pela minha cabeça... Entre eles eu perguntava a mim mesmo: “Será que sou mais capaz que as pessoas que estavam aqui?”, não, não era mais ou menos capaz que qualquer um ali, mas talvez eu fosse o que daria mais rendimento a empresa, logo meu esforço seria em prol de lucros para a empresa na qual eu trabalharia, ou vou trabalhar, não sei (ficaram de fazer contato). Saindo dali, tava feliz por ter passado, mas me bateu um sentimento de ‘culpa’, por me sentir tão indignado e não poder fazer nada, e pior, por fazer parte desse sistema, e mesmo não concordando com suas regras depender dele para minha própria sobrevivência! Queria ser como os demais, não me preocupar tanto com essas questões, ou fechar os olhos para isso, mas não consigo ser diferente visto que, passamos nossa vida toda sendo escolhidos, e selecionados, como um produto na prateleira de um supermercado que só é levado pra casa se estiver dentro das normas consideradas padrão para a sociedade, não consigo compreender essa ‘obrigação’ de sermos os melhores sempre, de achar que falhas não possam acontecer, de que seja preciso ter um ‘ritmo’ para tudo, e mesmo que esse ritmo não seja aquele que você está acostumado, é preciso que se acostume a ele, é como dizem popularmente “dançar conforme a música”. Não sei como o mundo foi se tornar essa bola de neve gigante, talvez isso seja fruto da industrialização, crescimento populacional, consumismo, ou qualquer outro pretexto que se possa dar como justificativa para a sociedade em que vivemos!
Mas se o atual ciclo da vida se resume em nascer, crescer, produzir, dar lucro e morrer, resta alguma outra opção?
Acho que não, e já que não há como fugir disso, que assim seja! Amém!



Publicado por Alison às 07:16 PM

Sexta-feira , 12 de Fevereiro de 2010

Dias de luta, dias de glória!

Título sugestivo! Não há maneira melhor de se iniciar um post!
Começo dizendo que os dias tem sido estafantes, chatos, monótonos... Mas consigo enxergar a luz no fim do túnel, e enquanto há luz, há esperança!
Confesso que sempre odiei livros de auto-ajuda! Mas tempos atrás li por curiosidade (não consegui terminar a leitura de tão chato) e lá dizia uma coisa que me chamou a atenção! Dizia que a esperança é o combustível do ser humano! Aquela frase me fez pensar um pouco sobre isso, e de fato, tive que dar razão ao que dizia o livro!
Nós temos a esperança como motivação, e a palavra “Combustível” expressava isso. Já que nós somos movidos por sentimentos e emoções. Notem que se alguém está cheio de problemas, e mesmo assim tem esperança, este não vai deixar de lutar, em quanto o que não tem esperança logo desiste! Odeio ser pessimista, mas o fato é que às vezes nem a esperança resiste às dificuldades, então o que fazer para cultivar este sentimento tão nobre e indispensável? Talvez alguém já tenha se questionado sobre isso, mas a resposta para essa pergunta deve estar dentro de cada um! Creia nisso! Piscadela
É carnaval! Data adorada por uns, odiada por outros! Sempre gostei, e me lembro até hoje das matinês no clube de campo Santa Fé! Belas lembranças!
Hoje é tempo das micaretas, trio elétrico... Mas tudo bem é divertido do mesmo jeito!
Logo veremos na Tv as notícias sobre mortes, e outras tragédias decorrentes dessa festa!

Fico por aqui, Bom carnaval! Bêbado



Publicado por Alison às 06:44 PM

Sábado , 06 de Fevereiro de 2010

Oi!

Final de semana, e eu com dor de cabeça! É A TREVA! Insatisfeito
Hoje soube que as inscrições do Prouni começaram, to tentando me inscrever, mas quem disse que to conseguindo? No mínimo o site deve estar congestionado!
Não sei, mas não consigo enxergar o Prouni como uma grande oportunidade! Vejo como um ‘atalho’ para a universidade, mas até chegar lá existem tantos caminhos, que acabamos ficando confusos sem saber qual devemos realmente seguir! Somos obrigados a mostrar que podemos ser melhores que outros, passamos por vários processos de triagem que diz usar como critério de seleção o merecimento, esforço e capacidade de cada um, mas até onde vai tudo isso?
Não consigo entender se este processo todo é um ‘estímulo’ a competição, ou uma seleção dos melhores candidatos a ingressar no mercado de trabalho. Desde cedo somos cobrados pela sociedade, e pela nossa própria família a tirar as melhores notas, e mesmo que você não tenha entendimento total sobre o assunto é obrigado a estudar, e, a saber, sem antes ser estimulado a ter o mínimo de interesse para isso! Tudo em troca de um bom desempenho! O fato é que muitos costumam não absorver o conhecimento que precisariam ter absorvido, e no final das contas aquele que mais estuda, que mais se esforça, nem sempre é o que consegue chegar lá!
Mudando de assunto...
Não agüento mais ligar a Tv e ver notícias sobre enchentes, desmoronamentos e etc... E sabe o que me deixa indignado? É ver as pessoas dizerem que isso é um sinal de que o mundo vai realmente acabar! Ah, santa ignorância! É preciso ser pelo menos um pouquinho esperto pra saber que as enchentes só acontecem, devido ao descaso de muitos!
É revoltante ver que pessoas perdem tudo, e ficam dias ‘mergulhadas’ no meio de tanta água, de tanta sujeira e mesmo assim não tomam conta do que fazem! Todos cobram das autoridades, quando deveriam cobrar de si mesmos! Se jogo lixo onde não devo, obviamente uma hora vai chover e a água não terá como ser escoada! Todos sabem disso, e mesmo assim continuam fazendo o errado! Morram então! Jóia

Até mais!



Publicado por Alison às 09:11 PM

Quarta-feira , 03 de Fevereiro de 2010

CONSCIÊNCIA!

Saudações!
Postei ontem, e já to postando novamente! Isso sim que é sentir necessidade de se expressar! Né? Língua de fora
Ontem fucei em alguns blogs pra fazer amizades, e voltar a me familiarizar com os blogueiros de plantão. Notei que alguns blogs evoluíram bastante em matéria de recursos e conteúdo. Fiquei até um pouco perdido diante de algumas novidades... É a prova de que a tecnologia anda realmente avançada! Pra se ter uma idéia... Meu computador não tem nem 1 ano de uso, e já está ultrapassado! Sim, ULTRAPASSADO! (é horrível sentir o peso dessa palavra!).
Devido ao tédio das férias fico ‘zapeando’ todos os canais da parabólica, e para a minha surpresa vi no Shoptime os novos computadores com o ‘CPU’ bem pequeno, tanto que pode ser encaixado em um suporte na parte de trás do monitor sem precisar ser notado! Diante daquela tremenda novidade me pergunto o que este ‘Trambolho’ está fazendo aqui em cima da minha mesa??? Em dúvida
Esse avanço contínuo da tecnologia me assusta!
Quem acompanhou as novidades da Campus Party (feira de tecnologia em SP) deve sentir o mesmo que eu, ou pensar nisso! Agora vamos ver o outro lado da moeda...
Quando ganhei meu primeiro PC era bem criança, tava na 4º série, e me recordo que naquela época os PC’s eram caros, custavam na base dos 3 mil (um PC básico), meus pais se desdobraram para pagar as prestações que eram bem carinhas diga-se de passagem! E da minha sala ninguém mais tinha PC além de mim, e eu não contava que tinha, pois nunca fui de exibicionismos... E hoje, TODOS os meus amigos têm PC! Não é mais preciso ter renda para isso, o avanço da tecnologia aproximou as pessoas de uma realidade até então desconhecida! Mas até onde isso é favorável? E o lixo tecnológico??? Tanto se fala sobre reciclagem, mas essa parte é um pouco esquecida!
Se hoje a maioria da população pode ter PC’s, AINDA tem uma parte que não pode, então o que fazer com uma máquina que não usamos? Jogamos fora, ou doamos? Doar seria um gesto nobre de imensa grandeza, mas logo adiante o destino da máquina seria o mesmo (Lixo!), ou seja, se doarmos uma maquina antiga, só estenderemos o seu uso, e adiaremos o seu descarte, embora há lugares que recebem esse lixo tecnológico, e reaproveitam o que dá pra ser reaproveitado dando destino correto ao que já não pode mais ser usado. Mas mesmo assim muitas pessoas não sabem, ou não têm consciência disso, ou não estão nem aí mesmo! Diante disso o que seria melhor? Controlar esse avanço da tecnologia, ou ir a busca de soluções para o problema? Quem fará isso? CONSCIÊNCIA é a palavra chave! Reflita!



Publicado por Alison às 05:26 PM



COPYRIGHT BY ALISON RAMOS 2010 - CÓPIA TOTAL OU PARCIAL PROIBIDA